Katy Cardoso

119 Anos Do Colégio Batista Taylor-Egídio

O dia 17 de novembro do ano em curso, o Colégio Batista Taylor-Egídio comemorou seus 119 anos em alto estilo pedagógico. Os estudantes da Educação Infantil e do Ensino Fundamental I e II, orientados por competentes e amorosos docentes, organizaram e apresentaram aspectos da cultura brasileira, especialmente da cultura nordestina, com saliência para os sinais de esperança que há entre nós, nosso povo e nossa terra. O imortal Luiz Gonzaga esteve presente na maioria das apresentações.

Já à noite, o Ensino Médio, acompanhado por competentes e também amorosos docentes-orientadores, ocupou o palco do belíssimo Salão Nobre para encenar a obra de João Cabral de Melo Neto “Morte e Vida Severina”, compreendida como Vidas Severinas. Muita leveza, segurança, organização, proatividade e, sobretudo, compromisso com a terra, foram marcas da apresentação teatral, cognominada de Papo Poético.

Desta forma, na altura de 119 anos de experiência, mais uma vez o Colégio Batista Taylor-Egídio diz o motivo porque Deus o plantou em Jaguaquara e continua surpreendendo a população e a todos quantos, de fato, sabem o que é educar em perspectivas transcendentes.

Por Assessoria de comunicação do Colégio Batista Taylor-Egídio

Tenho muito orgulho de ser ex-aluna dessa instituição. Feliz por conhecer a forma de educar e ensinar. Parabéns a todos que fazem parte da família Taylor-Egídio pelos 119 anos de existência.

Comentários