Katy Cardoso

Aliada Dos Cabelos! Quatro Mitos E Verdades Da Queratina Que Você Precisa Conhecer

Quando o assunto é recuperação de cabelos, a queratina é um dos ativos mais reconhecidos e procurados. No entanto, será que tudo o que você ouve sobre ela é verdade? Para não cair em erros, o site DaquiDali desvenda os mitos e verdades que você precisa conhecer sobre esta proteína.

Todo cabelo fraco precisa de queratina

Mito. Nem toda fraqueza se deve a uma perda de queratina, então é preciso investigar antes de sair incluindo o ativo em seus produtos. “Você tem que fazer uma análise, porque alguns cabelos estão fracos por motivos como uma alimentação ruim ou por falta de nutrição e hidratação e, neste caso, o uso da queratina pode piorar a quebra. Geralmente, quem faz processos químicos tem perda de queratina, mas, caso contrário, investigue primeiro”, explica a hairstylist Neiva Pena.

Toda reconstrução tem queratina

Parcialmente verdade. Embora a maioria das reconstruções tenha queratina, ela não é o princípio ativo de todas elas. “90% das reposições de massa são compostas basicamente por queratina, mas temos algumas com outros ativos em seu lugar. De tempos em tempos é bacana recorrer a ela, com um intervalo de dois meses para quem não tem nenhum tipo de química, uma vez por mês para quem tem química e fio médio ou grosso e a cada 15 dias se os fios forem finos e muito prejudicados pelos procedimentos”, indica.

Quanto mais queratina melhor

Mito. A queratina está aí para ajudar a fortalecer os cabelos, mas se eles não precisam dela o resultado pode ser muito diferente do esperado. “Queratina é só para quando você tem falta dela, e é bacana de usar em dias em que você vai fazer procedimentos que naturalmente te fazem perder massa capilar, como descoloração e alisamento. Quando você usa sem necessidade existe uma sobrecarga e o fio fica enrijecido por causa dela, levando à quebra”, alerta.

Queratina pura é melhor que misturada a produtos

Mito. Queratina pura é sim um ótimo ativo, no entanto, não para uso doméstico: “Para usar em casa é melhor que você tenha uma máscara de queratina, porque ela já vem com outros ativos para diluí-la e ter emoliência, e vai ter menos risco de ter uma sobrecarga. Também é interessante olhar o rótulo e dar preferência à queratina vegetal, porque ela penetra melhor no cabelo e não enrijece tanto os fios quanto a de origem animal. Mas lembre-se de que não é para todos os dias. Você vai ter que respeitar os mesmos intervalos de reconstruções no salão”.

Comentários