Katy Cardoso

INTESTINO SAUDÁVEL AJUDA A MANTER A BOA FORMA FÍSICA

Closeup on young woman making heart with hands in bathroom

A preocupação com a beleza não pode estar apenas ligada ao exterior e somente àquilo que se vê. O bom funcionamento do corpo como um todo pesa diretamente na questão da forma física e estética que se pretenda alcançar. E, por falar em peso, você sabia que um intestino que não trabalha como deveria influencia no acúmulo de gorduras?

“Quando ele atua adequadamente, e a pessoa consegue evacuar todos os dias, tem uma microbiota (são as bactérias, popularmente conhecidas como flora intestinal) mais saudável, encontrada em quem é mais magro”, conta o nutricionista funcional e farmacêutico bioquímico Gabriel de Carvalho. “Os tipos de fibras e alimentos que a gente come mudam a nossa flora intestinal, fazendo com que ela os absorva ou os digira diferentemente. E isso que pode fazer com que a gente engorde ou emagreça”, ele conclui.

Boa dica! Vamos cuidar do nosso intestino.



Melatonina

Melatonina é um hormônio produzido naturalmente pelo corpo humano e uma de suas funções básicas é a indução ao sono. Ela está relacionada com a regulação do metabolismo ao longo do dia, o que inclui os períodos em que a pessoa está dormindo ou acordada.

A melatonina não tem sua venda liberada no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). No entanto, ela pode ser importada se você tiver uma receita médica. Além disso, o produto tópico feito em farmácias de manipulação já foi liberado para comercialização com receita médica.

Segundo Dr. Claudio Bacelar: A melatonina atua em diversos processos fisiológicos do nosso organismo. O hormônio é um grande auxiliar do sistema imune, operando sobre os linfócitos e citocinas. Apresenta também atividade anti-inflamatória, pois inibe as prostaglandinas e regula a enzima COX-2, e atividade antioxidante, controlando agentes pró-oxidantes que participam da produção de óxido nítrico e das lipoxigenases. É ótima para tratar os distúrbios do sono, ajuda a prevenir e a combater o câncer, pode auxiliar no tratamento do Parkinson, uma boa alternativa para prevenir enxaquecas, ajuda a emagrecer, é um bom suplemento para tomar antes do treino, pode retardar a evolução da doença Alzheimer entre outros. No geral, o consumo de melatonina não apresenta tantos riscos. Os possíveis efeitos colaterais da melatonina são dor de cabeça, tonturas, sonolência diurna, sensação depressiva (a curto prazo), dor de estômago e irritabilidade.  A administração de melatonina pode ser realizada pelas vias endovenosa, intramuscular, nasal (em spray) e oral. A dose máxima diária aconselhada é de 5 mg.

Como a melatonina é um hormônio relacionado ao ciclo do sono, hoje essa substância é indicada para quem tem dificuldade de começar a dormir, de manter o sono ou de ter um descanso de qualidade durante a noite.

Vale lembrar que melatonina pode ser interessante para o tratamento de alguns tipos de insônia, mas não funciona com todas, já que sua eficiência só é comprovada na indução inicial do sono. Pra quem tem dificuldade em pegar no sono é bom fazer o teste, quem sabe? Pode dar certo pra você como já deu com muita gente.

Fonte: minhavida


CHIPS DE MANDIOCA

300 g de mandioca

Sal a gosto

Pimenta-do-reino a gosto

Azeite para untar

Modo de Preparo

Descasque e lave bem a mandioca

Em seguida, com o auxílio de uma faca ou cortador de legumes, corte a mandioca em fatias bem finas;

Após, unte um tabuleiro com azeite e disponha as fatias de mandioca sem sobrepô-las;

Leve ao forno a 180º C por aproximadamente 40 minutos ou até que estejam douradas e crocantes;

Você pode usar outros temperos desidratados, como orégano e outras ervas, ou a pimenta de sua preferência.



GUIA DAS FARINHAS: DESCUBRA AS DIFERENÇAS NUTRICIONAIS E CALÓRICAS DE CADA TIPO

A farinha refinada é vista como uma vilã da dieta e da silhueta, o que faz muita gente procurar por versões mais saudáveis e que consigam substituir esse ingrediente presente em boa parte dos pratos do dia a dia. E, acredite, quando o assunto é o pó extraído dos grãos, nem todos são do mesmo saco: descubra as diferenças nutricionais entre cada tipo e faça a melhor escolha para a sua saúde e boa forma.

Farinha de trigo: 100 gramas contêm cerca de 364 calorias

A farinha de trigo é a mais comum, utilizada no preparo de massas, bolos e diversas receitas. “Há duas opções, a integral e a refinada (branca). A primeira vem rica em vitaminas do complexo B, potássio e zinco, que são importantes para o nosso sistema nervoso central e para a imunidade. A branca acaba não tendo as propriedades nutricionais”, explica a nutricionista Liliam Teixeira Francisco. Além de pobre em nutrientes e fibras, a versão refinada é um alimento de alto índice glicêmico, ou seja, aumenta esse índice no sangue, colaborando para a diabetes e o sobrepeso, e glúten.

Farinha de mandioca: 100 gramas contêm cerca de 340 calorias

Outro tipo bastante comum no país, ela é considerada mais saudável e ainda possui um valor interessante, sem pesar muito no bolso de quem deseja substituir o trigo: “Ela é rica em potássio, importante para o coração e a digestão dos carboidratos, em fibras, que geram mais saciedade e ajudam na função intestinal, em vitamina C e folato, importantes vitaminas para o organismo. A farinha de mandioca tem sido usada nos tratamentos contra artrite e nas dietas sem glúten”.

Farinha de amêndoa: 100 gramas contêm cerca de 340 calorias

As amêndoas são oleaginosas bastante famosas pela presença de gorduras boas, que ajudam a reduzir o colesterol ruim, e consideradas super alimentos. “Ela tem alto teor de vitamina E, que age contra os radicais livres (prevenindo envelhecimento precoce), além de proteínas e gorduras benéficas. Podemos usar em receitas substituindo por ¼ da quantidade da farinha branca comum”, indica a especialista.

Farinha de quinoa: 100 gramas contêm 336 calorias

A quinoa é uma velha conhecida de quem opta por uma dieta mais saudável, um alimento pobre em gorduras, sem colesterol e com alto teor de proteínas. “É ótima para conferir saciedade no dia a dia e muito usada em dietas de emagrecimento. A farinha pode ser adicionada em quiches e tortas”, aponta.

Farinha de sorgo: 100 gramas contêm 364 calorias.

Ainda não tão popular no Brasil, é conhecida por adicionar sabor aos assados e é rica em proteínas, ferro e fibras dietéticas, e não contém glúten. Possui antioxidantes e pode ser adicionada em qualquer receita de bolos, pães e biscoitos por ter textura suave.

Farinha de linhaça: 100 gramas contêm cerca de 500 calorias

A linhaça é outro ingrediente popular em dietas de emagrecimento, e na forma de farinha pode estar em diversas receitas: “Tem a função de aumentar o bom colesterol (HDL), e a sementinha pode ser triturada para virar farinha e fazer parte de bolos e empanados”. É ainda um alimento rico em fibras, ômega 3, proteína e fitoquímicos capazes de modular os hormônios femininos.

Farinha de banana verde

A biomassa de banana verdem sido usada em uma série de preparos, e sua versão em farinha traz os mesmos benefícios. “Rica em magnésio e triptofano, ótimos para o período de tensão pré-menstrual da mulher, que ajudam a diminuir as dores de cólica e a ansiedade. Essa farinha também tem um amido que ajuda na flora intestinal”, esclarece.

Farinha de fava e grão-de-bico: 100 gramas contêm cerca de 380 calorias

Além de não conter glúten, possui magnésio, responsável pelo metabolismo do cálcio, elevado teor de ácido fólico e proteínas. Ajuda a estabilizar o açúcar no sangue e é de baixo índice glicêmico, combatendo o colesterol ruim. Por conter saponinas, diminui o risco de doenças cardiovasculares, protege da osteoporose e diminui fogachos da menopausa.



QUEIJO MINAS: ENTENDA POR QUE ELE É O MELHOR PARA A SUA SAÚDE!

Veja as vantagens e desvantagens de cada um desses três tipos de queijo!

Excelentes fontes de cálcio, proteínas e vitaminas, os queijos são fundamentais para a formação e a manutenção dos ossos. “O minas frescal é a melhor opção porque contém menos gordura, colesterol e sódio”, informa a nutricionista. Porém, as vantagens são ofuscadas se houver exagero – coisa fácil de acontecer, já que esse queijo é uma delícia.

Esses outros tipos, deve-se ressaltar, têm maior quantidade de cálcio, mineral que afasta o risco de osteoporose. Apesar de gordurosos, não é necessário bani-los da dieta. “De acordo com a pirâmide alimentar, precisamos ingerir de três a cinco porções de leite ou derivados por dia”, lembra profissional. Se quiser apostar nos queijos para ajudar a suprir essa demanda, a dica é comer, no máximo, três fatias do minas frescal ou duas de mussarela ou prato. Porções mais do que adequadas para fazer um belo sanduíche.

Veja a comparação entre três tipos, minas frescal, mussarela e prato, segunda a tabela brasileira de composição de alimentos, da Unicamp.

1. Energia

Minas frescal – 9 cal
Mussarela – 11 cal
Prato – 14 cal

2. Proteínas

Prato – 22,7 g
Mussarela – 22,6 g
Minas frescal – 17,4 g

3. Lipídios

Minas frescal – 20,2 g
Mussarela – 25,2 g
Prato – 29,1 g

4. Colesterol

Minas frescal – 62 mg
Mussarela – 80 mg
Prato – 91 mg

5. Cálcio

Prato – 940 mg
Mussarela – 875 mg
Minas frescal – 579 mg

6. Sódio

Minas frescal – 31 mg
Mussarela – 580 mg
Prato – 581 mg

Placar
Minas frescal 4 x Prato 2 x Mussarela 0

O queijo minas traz mais benefícios que o queijo mussarela ou o prato, mas a regra só vale se o consumo for moderado. É a melhor opção porque contém menos gordura, colesterol e sódio.



8 HÁBITOS QUE CAUSAM RUGAS

gin__stica_facial_para_as_linhas_de_express__o_e_rugas_do_rosto-33271

As rugas causam preocupação entre a maioria das mulheres. Isso porque são causadas pelo evoluir da idade, ou seja, fazem parte de um processo natural que ocorrerá com todo ser humano, o envelhecimento.

Médica pós-graduada em Dermatologia, especializada em Terapia Ortomolecular, e membro da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, destaca que rugas são vincos ou pregas na pele que ocorrem pela perda do colágeno com o avançar da idade. “Fazem parte de um processo natural, mas podem ser aceleradas por fatores externos, como alta exposição solar, tabagismo, estresse, insônia, consumo de bebidas alcoólicas”, ressalta.

Cirurgião plástico, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, diz que os principais hábitos que causam rugas são a exposição solar e o uso exagerado de expressões faciais.

Abaixo você confere como esses e outros hábitos estão relacionados ao aparecimento de rugas:

1. Alta exposição solar

A alta exposição solar, ainda mais quando feita sem proteção, causa o envelhecimento da pele, que se manifesta especialmente por meio de manchas, rugas e alteração do tônus mais precocemente.

2. Uso exagerado de expressões faciais

Ainda que involuntariamente, algumas pessoas acabam contraindo os músculos faciais inúmeras vezes por dia, a fim de demonstrar expressões sobre determinadas situações.

Conforme explica Moreira, a grande utilização da musculatura da face vai formando vincos na pele e, posteriormente, rugas.

3. Tabagismo

O cigarro é um grande inimigo da beleza da pele, pois a nicotina age quebrando as fibras colágenas e elásticas, resultando em uma pele mais enrugada, sem vida.

4. Consumo de álcool

O consumo exagerado de bebidas alcoólicas promove o aumento dos radicais livres (que afetam negativamente o organismo, contribuindo para o envelhecimento precoce, entre outros problemas) e dificulta a absorção de vários nutrientes.

5. Estresse

Situações de estresse alteram o funcionamento do organismo humano, por exemplo, dificultando a capacidade de a pele fazer a renovação celular e produzir colágeno. Além disso, o estresse provoca o aumento de radicais livres, o que resulta em danos à pele.

6. Dormir pouco/mal

É durante o sono que são produzidos hormônios “rejuvenescedores”, como a melatonina e o hormônio do crescimento. Sem boas horas de sono para recarregar as energias, a renovação celular não ocorre.

7. Ter uma má alimentação

É preciso seguir uma dieta equilibrada também para garantir a saúde e a beleza da pele. Uma alimentação rica em vegetais, frutas variadas, leguminosas, cereais e hortaliças é a melhor proteção contra os radicais livres, que são inimigos da pele. Isso porque, as substâncias encontradas nesses alimentos são excelentes antioxidantes que neutralizam a ação dos radicais livres.

8. Não retirar a maquiagem

Uma boa maquiagem pode ser utilizada ao longo dia, inclusive até ajudando a proteger a pele da radiação solar. Mas ela deve ser retirada antes de dormir, pois, caso contrário, obstruirá os poros, causando danos à pele.

Tudo isso acima ajuda na prevenção, mas de fato, o aparecimento das rugas está relacionado ao envelhecimento da pele, como consequência da idade. Tem pessoas que é nítido essa aparência “envelhecida” até antes do tempo. Seja por genética, carências alimentares ou pela exposição contínua ao sol sem usar protetor solar, de fato elas irão aparecer.

Os locais mais frequentes das rugas são olhos, no colo, na testa, no pescoço e ao redor da boca. Quando passar hidratante lembre-se também das mãos! Temos que cuidar de nossa pele dia a dia mesmo, principalmente usando o básico que é o protetor solar e um hidratante para rosto.



AS FRUTAS, OS LEGUMES E VERDURAS SÃO IMPORTANTES PARA UMA BOA SAÚDE

Apesar de vivermos em um país tropical, rico em uma grande diversidade de frutas, verduras e legumes, infelizmente o consumo desses alimentos é muito baixo.

As frutas, verduras e legumes apresentam uma composição importante de vitaminas, minerais, antioxidantes, fibras e fitoquímicos. E é assim que esses grupos de alimentos nos ajudam a manter o equilíbrio do nosso organismo, evitando doenças, prevenindo o envelhecimento precoce, protegendo dos radicais livres, melhorando cabelo, unha, pele, hábito intestinal; além de outras propriedades.

Deve-se lembrar que: o consumo desses alimentos deve ser em suas formas naturais, excluindo assim os produtos com alta concentração de açúcar, como as geleias de frutas, as bebidas com sabor de frutas e os vegetais em conserva.

O ideal do consumo para as famílias brasileiras, segundo o MS, é de pelo menos três porções de legumes e verduras como parte das refeições e três porções ou mais de frutas nas sobremesas e lanches.

NOSSO CORPO AGRADECE!



VEJA O JEITO CERTO DE LAVAR O CABELO!

lavar-cabelos-dicas-cuidados-11Aprenda a lavar os cabelos corretamente para deixá-los saudáveis e brilhantes

Lavar os cabelos parece algo tão simples, não é? Sim, mas a maioria lava de maneira errada.

Qual a melhor maneira de lavar o cabelo?
Molhe os fios e dilua o shampoo com um pouco de água (isso vale para qualquer marca que você use e também ao utilizar condicionador e máscara). Aplique a diluição do produto em toda extensão da cabeça – ao colocar o shampoo diretamente no couro cabeludo você acumula cada vez mais resíduos, diluindo você consegue higienizar melhor. E não se esqueça de, ao lavar com shampoo, esfregar o couro cabeludo com as pontas dos dedos em movimentos circulares.
Depois disso, enxágue bem. Tire o shampoo por completo dos fios e lembre-se de nunca esfregar os fios com as palmas das mãos – isso abre as cutículas, danificando demais. No máximo aperte os fios para tirar o excesso de água.

Qual a quantidade do shampoo e precisa repassa-lo ou só uma vez basta?
Em um bowl ou “copinho” coloque 1 dedo de xampu para 2 de água e dilua. A conta é sempre essa. Após primeira lavagem, repita a operação.  O ideal é em uma mesma lavagem, passar o shampoo duas vezes. O primeiro xampu retira apenas a sujeira do lugar e o segundo retira dos fios. Mesmo que você lave o cabelo todos os dias ainda terá sujeira ali, e ela deve ser removida, para evitar o acúmulo de resíduos no couro cabeludo.

Qual a temperatura da água?
O controle da temperatura da água no banho é muito importante para cuidar bem dos seus fios, por isso se atente para que a água esteja, no máximo, a 25 graus.

É preciso usar condicionador?
O condicionador tem afinidade com os fios e, por isso, não faz a remoção completa de resíduos (externos e internos). Ele tende a acumular muita oleosidade e produto no cabelo. Para bons resultados, é indicado o uso de condicionadores orgânicos.

Qual a melhor maneira de finalizar a hidratação dos cabelos no banho?
Devemos hidratar os fios toda a semana e procurar sempre alternar entre as máscaras hidratante e reconstrutora. Para obter um bom resultado, é indicado usar produtos que possuem menos química e mais ativos naturais e multivitamínicos como: Óleos Vegetais e aminoácidos (ativos naturais identificados pelo organismo como um alimento vivo e fresco para o cabelo e uma boa opção para quem busca hidratar os fios).

Qual os principais erros que as pessoas cometem na hora de lavar o cabelo?
É não tirar todos os resíduos dos fios, o que prejudica até mesmo os efeitos de uma hidratação. A maioria das pessoas também erra na hora de aplicar máscaras no cabelo desde a raiz, o que não é indicado. O certo é aplicar a partir da altura da orelha até as pontas.

Boas dicas! Confesso que erro sempre!



SKINBOOSTERS – NOVIDADE PARA O TRATAMENTO DA PELE

A técnica conhecida como Skinbooster é uma grande novidade para tratamento da pele. Com esse tratamento é possível oferecer uma hidratação profunda e mais completa para a pele. Basicamente nesse tratamento são utilizadas injeções na pele, porém, não com o objetivo de criar volume como no do botox e sim de oferecer uma hidratação imediata.

A substância que é injetada é uma combinação de ácido hialurônico de baixa concentração com outras substâncias que auxiliam na hidratação imediata. O resultado do Skinbooster é uma pele mais jovem com um visual mais saudável. Apesar de relativamente novo no meio dermatológico esse tratamento já é reconhecido por sua eficácia e por não oferecer riscos.

Como é minimamente invasivo não causa dores e os incômodos são bastante reduzidos. Com o passar do tempo esse tratamento aumenta a quantidade de fibras de colágeno na pele. O que mais destaca esse tratamento estético é que ele oferece uma melhoria da qualidade da pele como um todo, na sua textura e na sua luminosidade. Geralmente são necessárias de 2 a 3 sessões, mas tudo depende da sua pele.

As aplicações de Skinboosters podem ser feitas em diferentes áreas como, por exemplo, colo, dorso das mãos, pescoço, braço, além do rosto, incluindo lábios. A ideia do Skinbooster é atuar como hidratante e devolver a juventude sem necessariamente acrescentar volume.

Esse tratamento é indicado para quem tem a pele mais madura e que se encontra desidratada. Como o tratamento consiste na injeção direta na pele de hidratantes ajuda a reverter o quadro de desidratação que pode se manifestar no decorrer dos anos. O principal objetivo desse tratamento é oferecer mais brilho e maciez para a pele através da hidratação. A suavização de linhas finas é apenas uma consequência do tratamento não sendo o seu objetivo principal.

O tratamento com Skinboosters pode ser combinado com outros procedimentos como preenchimento, peeling e laser, é seguro, eficaz e minimamente invasivo, ok!

São muitas novidades que a medicina estética traz para rejuvenescer, não é verdade? Em nossa região encontramos todos eles, viu! ESTAREI FAZENDO UMA SESSÃO HOJE, COM O DR. WASHINGTON GALINDO, aqui em Jaguaquara. Veja a noite no meu instagram!



NUTRICIONISTAS INDICAM 9 ERROS NA BUSCA PELA PERDA DE PESO!

Se você vive em uma batalha eterna em busca de eliminar os quilos extras, saiba que algumas pequenas mudanças no dia a dia podem ser essenciais neste sentido!

1. Falta de planejamento
Quando bate a fome e você não está preparado, geralmente são feitas péssimas escolhas. A nutricionista recomenda que as pessoas se planejem o máximo possível. Se puder, já organize antecipadamente as refeições principais e lanchinhos para a semana.

2.Guardar seu objetivo com você
Amigos e parentes próximos, quando não estão informados sobre a sua decisão de emagrecer, podem acabar sabotando a dieta. Por isso, compartilhe com eles os seus objetivos sobre a perda de peso. Assim, ao invés de receber um convite para um sorvete depois do trabalho, você poderá ser surpreendido com um convite para a academia.

3. Proteína em excesso ou em falta
Embora as dietas que excluem totalmente os carboidratos, priorizando as proteínas, estejam em alta, em longo prazo acabam resultando na escassez de alguns nutrientes vitais vindos de frutas, vegetais, feijão, sementes e grãos integral. Por outro lado, quando não se come proteína o suficiente também pode acabar se adquirindo quilos extras. O importante é incluir uma porção de proteína a cada refeição, o suficiente para se ficar satisfeito.

4. Malhar para comer
Se você pensa que correr te dá o direito de ‘se acabar’ na pizza, você não só está promovendo uma relação pouco saudável com a comida, como também vai acabar ganhando peso, avisa nutri. Correr por 30 minutos queima cerca de 250 calorias, e uma sobremesa típica, por exemplo, tem 300 calorias.

Use a malhação como um complemento a uma dieta saudável, e não para se perder em hábitos alimentares errados.

5. Pular refeições para poder beber
Além de fazer com que você fique bêbado mais rápido, este hábito faz com que você abra mão de nutrientes importantes e derrube os níveis de açúcar no sangue. O segredo aqui é consumir calorias até se sentir satisfeito, limitar a quantidade de álcool e beber bastante água durante a noitada.

6. Passar vontade
Pular seus alimentos favoritos como chocolate, batata frita, vinho e sorvete pode fazer com que a dieta pareça um momento sombrio da vida. Desde que você inclua estes itens na rotina alimentar em pequenas quantidades, isso pode evitar que cometa excessos de uma vez só. Os nutricionistas recomendam que seus clientes se deem o direito de comer de 150 a 200 calorias extras por dia.

7. O dia do exagero
Você fez tudo certo a semana inteira, logo, merece uma recompensa, correto? Nem sempre. Um dia de exageros pode colocar a perder todo o esforço feito, se você dedicar um dia todo a alimentos calóricos. Ao  invés de fazer isso, prefira as pequenas indulgências diárias.

8. Não contar calorias
Monitorar o seu consumo diário de calorias é uma das principais dicas para quem está tentando perder peso. Uma das formas mais precisas de fazer isso é mantendo uma espécie de diário. Você pode anotar em um caderno ou usar sites e aplicativos, para não perder o controle do que anda comendo.

Atualmente encontramos vários  fatores que dificultam o  processo de emagrecimento e o primeiro passo é reconhecê-los para que o processo tenha sucesso. É difícil, as tentações são grandes. Temos que nos conhecer e aprender quais alimentos interferem no nosso metabolismo. Isso vai ajudar muito!