Katy Cardoso

Alimentos Da Moda: Saiba O Que Será Tendência Na Alimentação Saudável Nesse Ano

Todo ano uma lista de ingredientes entra em ação e vira mania para quem sempre busca seguir uma alimentação saudável. E, em 2018, não poderia ser diferente. Alguns produtos serão tendências para dietas e regimes e servirão como alternativas naturais de nutrientes para refeições do dia a dia. Então, sendo assim, luz na passarela para acompanharmos o desfile dos alimentos que serão os mais vistos e desejados nesse ano. Saiba também os reais benefícios deles e as melhores formas de aproveitá-los no dia a dia.

A alimentação saudável é uma das primeiras ações para quem busca melhorar a qualidade de vida. Contudo, ela deve ser orientada por um profissional da área (nutricionista, nutrólogo ou médico) e conciliada a um estilo de vida natural e saudável, principalmente combinado às atividades físicas regulares. Assim, com toda a certeza, o plano alimentar estará correto e poderemos usufruir melhor os benefícios de cada alimento. Veja, abaixo, os alimentos que serão destaques em 2018.

10 alimentos sudáveis que serão destaques no ano de 2018

01 – ÓLEO DE COCO: Se o ano passado já foi de bastante destaque para esse produto, 2018 promete ainda mais. Apesar de já sabermos dos benefícios do óleo de coco, cada vez mais são descobertos novas vantagens de utilizarmos esse ingrediente em nossas preparações do dia a dia. Consumido moderadamente, ele também é um fonte interessante para assuntos de beleza. As propriedades do alimento ajudam a fortalecer os fios de cabelo e a pele hidratada por mais tempo.

Na cozinha, o óleo de coco pode ser aproveitado das mais diferentes maneiras. Pode ser usado em substituição aos óleos tradicionais, no preparo de doces ou, até mesmo, como tempero para saladas.

02 – JACA: Quem diria que entre todas as frutas, nós destacaríamos os benefícios da jaca, hein? Pois é, a verdade é que esse alimento é poderoso nutricionalmente e pode se encaixar perfeitamente a qualquer tipo de alimentação. Dentre suas principais vantagens para a saúde, o consumo dessa fruta está associada a melhora da digestão, aumento da imunidade, maior energia para o organismo e combate à anemia. Incrível, não?

Na cozinha, a gente pode aproveitar a jaca integralmente. Além de sua polpa, os caroços também podem fazer parte de um plano alimentar em pães, biscoitos, farofas, doces como a paçoca, além de substituir a farinha de mandioca, por exemplo.

03 – AVEIA: Entra ano, sai ano, esse ingrediente sempre está em alta na alimentação saudável. Rica fonte de fibras alimentares, a aveia é uma aliada das dietas de perda de peso ou emagrecimento.

Na cozinha, a aveia pode ser utilizada como farinha, farelo ou flocos, ou, até mesmo, pura para acompanhar bebidas. A aveia se encaixa com praticamente tudo em nossa alimentação.

04 – POLVO: Quem não resiste a um prato de frutos do mar, o polvo é a bola da vez de 2018. Extremamente saboroso, o alimento é uma proteína poderosa para a nossa saúde e também apresenta diversos nutrientes importantes para o bom trabalho do nosso organismo. Dentre eles, destaca-se a presença do ômega 3, ácido graxo considerado uma “gordura boa” e que ajuda na produção de hormônios no corpo e fortalece o coração.

Na cozinha, as formas mais saudáveis de preparar o polvo são grelhados, salteados, cozidos, assados, marinados ou como vinagrete em pratos quentes ou frios.

05 – NAAN: Com um formato bem peculiar, circular e achatado, esse tradicional pão indiano chega com tudo nos cardápios brasileiros. Feito à base de trigo, ele é mais leve e saudável do que a maioria dos outros pães. Ele é uma ótima fonte de fibras alimentares, o que favorece a digestão e a saciedade.

Na cozinha, ele pode servir de acompanhamento para qualquer refeição. O pão geralmente é assado em um tandoor e também pode ser uma ótima alternativa para quem faz pizzas funcionais no dia a dia.

06 – CHIPS DE VEGETAIS: Quem adora um petisco, as opções naturais estão cada vez mais incríveis. Chips de batata doce, cenoura, abóbora, abobrinha… Os vegetais também podem ser deliciosos e perfeitos para abrir o apetite, com menos calorias e muito mais nutrientes para a saúde.

Na cozinha, além de petiscos, esses chips podem servir de acompanhamentos de pratos, como saladas e entradas.

07 – MATCHÁ: Erva oriental milenar no Japão e novidade no Brasil, o matchá é uma opção natural para o emagrecimento. Conhecido por seu efeito diurético, o ingrediente atua na perda de peso e no combate a retenção de líquido, desinchando o corpo.

Na cozinha, o matchá pode ser usado como chá verde ou em receitas de bolos e tortas. Ele também pode ser um delicioso sorvete, para uma sobremesa saudável e nutritiva

08 – ÓLEO DE GRAINHA DE UVA: Assim como o óleo de coco, o óleo de uva também aparece como uma ótima alternativa para substituir os óleos comuns em nossa alimentação. O produto é uma fonte rica de vitaminas, que dão muita energia ao organismo e protegem o nosso sistema imunológico.

Na cozinha, o óleo de grainha de uva pode ser usado para o preparo de receitas doces ou, até mesmo, acompanhando saladas.

09 – BEBIDA DE CLARA DE OVOS: Se no passado a “gemada de ovo” era um companheiro fiel dos esportistas, agora a clara é uma solução proteica para quem busca ganhar músculos e desenvolver o corpo.

Na cozinha, ela pode ser bebida pura ou servir como substituição do leite para pessoas intolerantes à lactose.

10 – GRÃO TEFF: Considerado o novo superalimento, o grão teff, em 2018, poderá entrar no patamar, por exemplo, da quinoa. Rica fonte de minerais e sem glúten, ela pode ser consumida sem culpa por pessoas celíacas.

Na cozinha, o cereal é uma ótima alternativa para ser usado como farinha em receitas de pães e bolos, por exemplo.

Repost Site Conquiste Sua Vida


Quais São Os Grupos Que Não Devem Tomar A Vacina Da Febre Amarela – E Como Podem Se Proteger. Leiam E Assistam O Vídeo – Bem Explicativo.

Brasil vive o maior surto de febre amarela silvestre das últimas décadas, segundo o Ministério da Saúde. Por isso, o governo federal iniciou uma campanha emergencial de vacinação com o objetivo de imunizar cerca de 20,6 milhões de pessoas nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia, novas áreas de concentração da doença, entre janeiro e março.

A preocupação decorre dos números. No primeiro semestre do ano passado, foram confirmados 777 casos em 21 Estados e no Distrito Federal. No segundo, foram 35 em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Minas Gerais e no Distrito Federal – 145 ainda estão em investigação.

No entanto, diferentes grupos – como gestantes, idosos, pessoas em quimioterapia e em determinados tratamentos de saúde – não podem receber a vacina por causa dos riscos de reações graves.

Para esses indivíduos, a orientação é evitar picadas de mosquitos por meio do uso de camisas de mangas longas e calças compridas, mosquiteiros e repelentes – grávidas e mães de recém-nascidos, contudo, devem buscar orientação sobre possíveis reações alérgicas a essas substâncias. Se possível, é recomendado ainda buscar telas antimosquitos para os cômodos da casa.

A febre amarela causa sintomas como dor de cabeça, febre baixa, fraqueza e vômitos, dores musculares e nas articulações. Em sua fase mais grave, pode causar inflamação no fígado e nos rins, sangramentos na pele e levar à morte.

Transmitida pelos mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes, a forma silvestre da doença é a variedade que ainda provoca surtos no Brasil. O país não registra casos de febre amarela urbana, transmitida pelo Aedes aegypti, desde 1942.

A BBC Brasil conversou com diferentes especialistas sobre quem pode e quem não deve se vacinar – e por quê.

Por Que Há Contraindicação Para Algumas Pessoas?

A vacina contra a febre amarela é considerada altamente segura. Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), dos EUA, eventos adversos sérios, que põem em risco a vida do paciente, ocorrem em 1 a cada 250 mil pessoas vacinadas.

Mas em determinados grupos de pacientes, como aqueles que estão com o sistema imunológico debilitado ou que têm alergias a elementos do ovo, a imunização pode causar problemas graves.

Esses efeitos ocorrem porque o imunizante contra a febre amarela possui o vírus vivo atenuado, que desaparece do organismo três semanas após a vacinação, em média.

Em um paciente com um sistema imunológico sadio, a vacina irá provocar as células de defesa para que criem anticorpos contra a doença. Isso significa que esse paciente, ao ser eventualmente picado no futuro por um mosquito infectado, terá os anticorpos necessários para combater o vírus.

“Quando a pessoa é vacinada, o vírus inoculado passa a se multiplicar no organismo do paciente. O sistema imunológico então identifica a atividade do vírus e começa a produzir células de defesa para combatê-lo”, explica André Siqueira, pesquisador do Laboratório de Pesquisa Clínica em Doenças Febris Agudas do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI), da Fiocruz.

No entanto, se o sistema imunológico do paciente estiver enfraquecido por doenças sérias, como o câncer, a vacina pode criar um quadro semelhante ao da febre amarela em si. Por isso é importante realizar uma triagem antes de tomar a vacina, para garantir que não há contraindicações.

Doadores De Sangue

Pessoas que pretendem doar sangue devem esperar 30 dias após a vacinação para o procedimento.

O objetivo é evitar que o vírus vivo inoculado, circulante na corrente sanguínea do doador durante as três primeiras semanas após a vacinação, não acabe em um paciente que esteja com o sistema imunológico debilitado e cause reações adversas.

“É uma ação de prevenção que faz parte dos protocolos internacionais”, afirma Regiane Cardoso de Paula, diretora do Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo.

Ela pede que o doadores procurem os hemocentros do município no qual residam antes do início da campanha de vacinação fracionada no Estado de São Paulo, que começará no dia 29 de janeiro.

É importante lembrar que o risco está para o paciente debilitado que receberá o sangue – e não para o doador.

“Pedimos que as pessoas doem sangue antes do Carnaval, período em que precisamos de doações. Os estoques dos hemocentros já estão baixos, porque janeiro é um período de férias em que as pessoas geralmente estão em viagem”, afirma a diretora.

Gestantes E Mulheres Que Amamentam

Grávidas e mulheres que estejam amamentando um bebê com menos de seis meses devem buscar orientação médica antes de tomar a vacina. A cautela é para evitar a possibilidade de reações alérgicas graves.

A orientação geral é que essas mulheres só sejam imunizadas se estiverem em área de risco de transmissão da doença.

“O médico vai fazer uma conta de risco e benefício”, diz Cardoso de Paula. “Se a grávida tiver mais de três meses de gestação e estiver próxima do foco da doença, a recomendação é que tome a vacina. Se puder se deslocar para um outro local em que a doença não seja endêmica, podemos avaliar se a vacina é dispensável.”

Bebês Com Menos De 9 Meses

O Ministério da Saúde recomenda a vacinação apenas para os bebês acima de nove meses de idade. Para aqueles em áreas de alto risco da doença, a recomendação é a partir dos seis meses.

De acordo com Expedito Luna, médico epidemiologista e professor do Instituto de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo, a razão está na maior probabilidade de efeitos colaterais para crianças nessa faixa etária.

“Nesse grupo, há mais eventos adversos neurológicos e menor imunogenicidade da vacina, o que significa que ela protege menos. Você aplica em cem crianças e vai haver menos proteção e mais efeitos colaterais”, explica.

Idosos Acima De 60 Anos

Atualmente, a vacina está recomendada para aqueles entre nove meses e 59 anos de idade.

Idosos acima dessa faixa etária precisam passar pelo médico para avaliar o estado do sistema imunológico e se o risco de serem contaminados pela doença é alto ou não.

De acordo com Luna, desde 2000 foi identificado no Brasil e em outros lugares do mundo que uma pequena proporção daqueles que tomavam a vacina podiam desenvolver um quadro grave, semelhante ao da própria febre amarela.

“No estudo desses raros casos de eventos adversos, identificou-se que era comum entre aqueles acima de 60 anos, com doenças do timo e doenças autoimunes. Isso levou a uma restrição maior no uso da vacina nesses casos.”

Pessoas Com Doenças Autoimunes

Pacientes em radioterapia, quimioterapia ou fazendo uso de corticoide, portadores de doenças autoimunes, como lúpus, doença de Addison e artrite reumatoide, são contraindicados a receber a vacina.

Como estão com o sistema imunológico suprimido pelas condições citadas acima, a vacina contra a febre amarela – assim como de outras em que há o vírus vivo atenuado, como caxumba, varicela, catapora – pode trazer efeitos colaterais graves.

“Em condições normais, o vírus inoculado da vacina não causará nenhum problema – ao contrário, ele irá estimular a criação de anticorpos contra a doença. Mas se houver problemas com a imunidade, pode ocorrer desse vírus atenuado se multiplicar e causar reações adversas”, explica Siqueira, da Fiocruz.

CLIQUE NO LINK E VEJA VÍDEO EXPLICATIVO

http://globotv.globo.com/g1/g1-ciencia-e-saude/v/febre-amarela-tudo-o-que-voce-precisa-saber/6428741/

Quem Pode Tomar

Todas as pessoas não pertencentes aos grupos citados acima e que vivem em área de risco para a doença, conforme determinado pela Secretaria de Saúde de seu Estado, devem procurar postos de saúde para tomar a vacina.

Pessoas que viajarão para essas regiões também precisam se imunizar – nesse caso, dose deve ser aplicada no mínimo dez dias antes da chegada.

Nos postos, é necessário passar por uma triagem antes da imunização para definir se há ou não contraindicação.

Entre os dias 29 de janeiro e 9 de março, os Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia irão realizar uma campanha de vacinação fracionada – o que significa que a dose de febre amarela, de 5 mg, será dividida em cinco partes para ser aplicada em mais pacientes.

De acordo com o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Biomanguinhos/Fiocruz), a dose fracionada protege contra a doença por até oito anos.

Fonte: G1


Meninas , Prestem Bastante Atenção : O Treino De Membros Superiores Têm Que Ser Feito Na Mesma Seriedade De Membros Inferiores – Mais Uma Super Dica Do Dr. Rodrigo Schroder

Motivos: Você não ficará gigante! Esqueça ! Você não tem liberação hormonal para tal, as regiões androgênicas para tal não te favorecem em membros superiores. Portanto, mulher MUITO GRANDE e desproporcional em Membros superiores em 99,99999% dos casos tomou muito esteroide anabolizante! Eu disse MUITO!

A simetria é o aspecto mais bonito em busca do corpo perfeito (estes que buscam, porque corpo perfeito mesmo é o saudável)! Não adianta pernas lindas e superior sem linha ! Não adianta pernas fortes para as tarefas diárias e superiores fracos!

TERCEIRO: VOCÊ NÃO TEM FACILIDADE PRA FICAR GRANDE! DEIXA DE SER MENTIROSA E CANSADA! Vá treinar … Dê tchau! Balançou ? Vai treinar braço.

Ele é muito figura gente! Eu curto demais! Esse post foi pra mim. Corro de malhar braço (rsrsrs…)



Café, Como Eu Amo Esta Bebida – Por Dr Rodrigo Schroder

Não só eu como 84% dos adultos brasileiros. E segundo estudo da Universidade de Scranton existem dezenas de benefícios a sua saúde. Listei alguns.

Para maximizar seus benefícios para a saúde, é melhor beber o seu café mais próximo ao preto quanto possível, usar açúcar e creme pode reverter os efeitos positivos para a saúde, evite! Junto aos benefícios imediatos, e óbvias da bebida para aumentar a energia, o café também pode ter alguns efeitos profundos sobre a sua saúde:

Ele pode ajudar com a sua memória: Estudos descobriram que a ingestão de café moderadamente pode ajudar a impulsionar a memória e desempenho cognitivo por causa de seus níveis de cafeína.

Pode ajudar a impulsionar o seu treino: O consumo de café aumenta a adrenalina, o que pode ajudar a aumentar o desempenho físico em até 12 por cento em média. Beber café antes do exercício, aumenta a conformidade com um programa de exercícios, bem como maximiza a sua força durante a atividade, diminui a dor percebida durante o exercício, e diminui dor muscular pós exercício.

Pode ajudar a combater diabetes: “O consumo de café, descafeinado e com cafeína é inversamente associado com diabetes tipo 2”. “Em outras palavras, o consumo de café pode reduzir o risco de desenvolver diabetes tipo 2. Para cada xícara de café SEM AÇÚCAR que você bebe por dia, você reduz suas chances de contrair diabetes em sete por cento.

Pode ajudar a reduzir o risco de doença de Parkinson: Muitos estudos descobriram que o consumo de café pode reduzir o risco de contrair a doença de Parkinson, uma das doenças neurodegenerativas mais comuns.

Ele pode ajudar a reduzir o risco de doença de Alzheimer: Os bebedores de café têm um risco reduzido de doença de Alzheimer, a causa mais frequente de demência. Assim como é o caso com a proteção contra a doença de Parkinson, teor de cafeína é importante quando se trata de lutar contra a doença de Alzheimer. O café também contém uma abundância de antioxidantes, que poderia desempenhar um papel no combate a doenças. pode ajudar a proteger o seu fígado. Beber café, ambos com cafeína e descafeinado, pode ajudar a proteger o seu fígado. Os bebedores de café foram encontrados para ter melhores níveis de enzimas hepáticas, indicando melhora do funcionamento do fígado. A bebida também pode ajudar a diminuir o risco de câncer de fígado em aqueles que consomem três ou mais doses por dia.

Pode ajudar a proteger contra alguns tipos de câncer: Estudos descobriram que bebidas de café reduzem o risco de câncer de fígado e colorectal, a terceira e quarta principais causas de morte por câncer em todo o mundo. Isto é porque o café é rico em antioxidantes chamados quininos, que se tornam mais potentes após a torrefação.

Viciados em café, apreciam com moderação, também temos estudos que associam o seu excesso à aumento cortisol, diminuição da testosterona! Apreciem sempre com moderação!

Super curto os posts deste médico! Eu gosto de um cafézinho. Só tomo pela manhã, mas ainda não consegui tomá-lo sem açúcar, uso o mascavo ou o adoçante com stevia.



Queijo Minas: Entenda Por Que Ele É O Melhor Para A Sua Saúde!

Veja as vantagens e desvantagens de cada um desses três tipos de queijo!

Excelentes fontes de cálcio, proteínas e vitaminas, os queijos são fundamentais para a formação e a manutenção dos ossos. “O minas frescal é a melhor opção porque contém menos gordura, colesterol e sódio”, informa a nutricionista. Porém, as vantagens são ofuscadas se houver exagero – coisa fácil de acontecer, já que esse queijo é uma delícia.

Esses outros tipos, deve-se ressaltar, têm maior quantidade de cálcio, mineral que afasta o risco de osteoporose. Apesar de gordurosos, não é necessário bani-los da dieta. “De acordo com a pirâmide alimentar, precisamos ingerir de três a cinco porções de leite ou derivados por dia”, lembra profissional. Se quiser apostar nos queijos para ajudar a suprir essa demanda, a dica é comer, no máximo, três fatias do minas frescal ou duas de mussarela ou prato. Porções mais do que adequadas para fazer um belo sanduíche.

Veja a comparação entre três tipos, minas frescal, mussarela e prato, segunda a tabela brasileira de composição de alimentos, da Unicamp.

1. Energia

Minas frescal – 9 cal
Mussarela – 11 cal
Prato – 14 cal

2. Proteínas

Prato – 22,7 g
Mussarela – 22,6 g
Minas frescal – 17,4 g

3. Lipídios

Minas frescal – 20,2 g
Mussarela – 25,2 g
Prato – 29,1 g

4. Colesterol

Minas frescal – 62 mg
Mussarela – 80 mg
Prato – 91 mg

5. Cálcio

Prato – 940 mg
Mussarela – 875 mg
Minas frescal – 579 mg

6. Sódio

Minas frescal – 31 mg
Mussarela – 580 mg
Prato – 581 mg

Placar
Minas frescal 4 x Prato 2 x Mussarela 0

O queijo minas traz mais benefícios que o queijo mussarela ou o prato, mas a regra só vale se o consumo for moderado. É a melhor opção porque contém menos gordura, colesterol e sódio.



Nossos Pés!

rachaduras-pés-eliminarRachadura nos pés pode ser evitada com hidratação!

Cuidados diários com a pele previnem rachadura nos pés!

A rachadura nos pés traz grande incômodo e, se não for tratada corretamente, pode trazer outros problemas mais graves.

Como ficam em uma extremidade do corpo, os pés têm pior hidratação em relação ao restante do organismo. E a área mais afetada são os calcanhares. Os tecidos dessa região não produzem glândulas sebáceas suficientes para fazer a hidratação natural da pele. Além disso, o atrito constante com outras superfícies torna a pele mais grossa e áspera, podendo se agravar e causar rachaduras.

Ocorrência de rachadura nos pés é maior no verão!

O uso de sapatos que agridem os pés é uma das principais causas da rachadura nos pés. Principalmente nas estações mais quentes, em que o clima está seco e usamos sapatos mais abertos. O contato com areia e poeira causa o ressecamento e a aspereza da pele.

São identificados outros elementos que causam esse problema como, por exemplo, os fatores genéticos e até mesmo alguma doença de pele, como a psoríase. Problemas vasculares também podem fazer com que a pele fique seca.

O principal tratamento é usar produtos cosméticos ou farmacêuticos para esfoliação e hidratação. Esfoliar ajuda a retirar as impurezas e a pele morta que é formada por causa das agressões. A hidratação trabalha na renovação da pele, melhorando o aspecto e deixando mais macio.

Uma dica genial é procurar um podólogo. Em Jaguaquara eu indico a profissional que atende na Clínica Ortofisio (73 3534-3007), ela é maravilhosa!



Frutas Oleaginosas Emagrecem Mesmo Sendo Ricas Em Gorduras!

oleaginosas-frutas-dieta-corte1

Pelo nome do grupo, talvez você não as reconheça, mas as frutas oleaginosas são bem famosas. Entre elas estão as deliciosas castanhas do pará, castanhas de caju, nozes, amêndoas, avelãs, macadâmias, entre outras. Sobre elas costuma se dizer das muitas calorias e grandes quantidades de gordura. Mas, apesar de ser verdade, as frutinhas podem também fazer muito bem à saúde e ainda auxiliar no emagrecimento.

A relação parece estranha? A nutricionista explica. “Na verdade, elas apresentam uma alta concentração de gorduras boas: monoinsaturadas (mesma do azeite) e poli-insaturadas. Por conta disso, têm muitas propriedades antioxidantes”, comenta.

Os Benefícios

Esses antioxidantes são os grandes responsáveis pelos imensos benefícios das oleaginosas. Eles combatem as inflamações do organismo, o que faz com que as células funcionem muito melhor e não acumulem gordura. Sem o acúmulo, além de o corpo se manter em forma, a circulação sanguínea acontece de maneira muito mais saudável, evitando assim as doenças cardiovasculares.

Também apresentam boas quantidades de fibras e proteínas. Mas, mais do que essas qualidades em comum, cada uma delas tem características e benefícios próprios. A castanha do pará, por exemplo, tem como principal nutriente o selênio, importantíssimo para combater alguns tipos de câncer e queimar gorduras. Já a castanha de caju é muito rica em zinco e cobre, dois minerais que combatem o excesso de radicais livres.

Como Consumir

Os altos números de calorias não assustam, desde que elas sejam consumidas da maneira certa: em pequenas quantidades. “São calóricas porque são compostas de gordura e têm mais gordura por grama do que carboidratos ou proteínas. Mas, usada na quantidade certa é possível perder peso. Se exagerar, vai engordar”, alerta a especialista.

Segundo nutricionista, um adulto pode comer por dia no máximo duas unidades das castanhas do pará. Para a castanha de caju, uma colher de sopa é o limite, assim como para avelãs. Se a opção forem amêndoas, a medida é uma colher de sopa. Nozes são permitidas apenas de duas a três unidades.

Faz assim: Monta um mix de acordo ao seu gosto, com as quantidades ditas acima, numa vasilha e leva na bolsa, durante o dia vai comendo estas frutas maravilhosas e saudáveis.



Quatro Benefícios Para Você Se Render À Corrida E Praticar Já!

not_id399

Que tal trocar uma correria pela outra? Pois é, para deixar de lado a agitação e o estresse da rotina diária, a corrida se apresenta como uma ótima alternativa. Além de ser ótimo para relaxar a mente, esse exercício te ajuda a perder e controlar o peso, definir os músculos, e muito mais. Está em dúvida sobre o primeiro passo? Conheça alguns dos benefícios da prática:

Emagrece

Sim, esse é um dos primeiros resultados para quem começa a correr. “A maioria das mulheres começam a praticar corrida com a intenção de emagrecer (perder gordura) e deixar o sedentarismo de lado. O primeiro benefício alcançado é a redução das medidas, o que chamo de alteração morfológica. Algumas semanas após o início da atividade já é possível notar alteração na cintura, quadril, pernas, glúteo e abdômen” explica o personal trainer.

Fortalece os ossos

Está perto da menopausa? Então fique atenta: “com as alterações hormonais a maioria das mulheres depois da menopausa tem uma perda considerada da densidade óssea, que quando atinge 30% se caracteriza osteoporose. A corrida possui um grande impacto articular, muscular e esquelético e isso faz com que o osso se torne mais ‘forte’ com uma densidade óssea maior”, revela.

Melhora a armazenagem do oxigênio

O oxigênio tem um papel fundamental na perda da gordura. “Praticantes de corrida têm mais mioglobina (composto protéico semelhante à hemoglobina que armazena oxigênio nos músculos) do que as que não praticam. O oxigênio tem um papel fundamental na queima da gordura, ou seja, quanto maior é minha capacidade de armazenar oxigênio, maior será a oxidação de gordura no corpo”, fala.

Melhora a função cardíaca

Um coração funcionando bem, segundo o personal, melhora o desempenho durante todas as atividades diárias. “Com o treinamento a atleta amadora desenvolve uma bradicardia fisiológica. Isso ocorre quando seus batimentos de repouso diminuem. Por exemplo, se antes de correr você tinha um batimento de 70 batidas por minuto, com o treinamento ele passa a ser de 63bpm. Na prática você está fazendo com que seu coração gaste menos energia para te manter fazendo as atividades diárias”.

 

Para alcançar todos esses benefícios, é necessário ter uma boa alimentação antes e depois da corrida. “Nunca corra de estômago vazio. É importante alimentar-se adequadamente antes de qualquer exercício físico, porque o corpo bem nutrido responde melhor à atividade física. Correr em jejum pode fazer com que o corredor perca massa magra e sinta fraqueza devido à hipoglicemia (queda do açúcar no sangue)”, conta a nutricionista. “Antes do treino procure consumir carboidratos de baixo índice glicêmico (grãos e cereais integrais, batata doce entre outros). O carboidrato de alto índice glicêmico pode levar ao aumento da formação de gordura e reduzir seus ganhos”. Completa a nutricionista.

Dica genial! Vejo resultados rápidos em pessoas que aderiram à corrida. Força galera!



Explicação Fantástica De Um Médico De Bom Humor! A HORA CORRETA PARA BEBER ÁGUA

Perfeita analogia, até parece brincadeira, mas é real.
Você vai ao bar ou a uma festa e bebe uma cerveja.
Bebe a segunda cerveja.
A terceira e assim por diante.

O teu estômago manda uma mensagem pro teu cérebro dizendo: “Caracas véio … o cara tá bebendo muito liquido, tô cheião … !!!” Teu estômago e teu cérebro não distinguem que tipo de líquido está sendo ingerido, ele sabe apenas que “é líquido”. Quando o cérebro recebe essa mensagem ele diz: – “Caraca, o cara tá maluco … !!!” E manda a seguinte mensagem para o RIM:
– “Meu, filtra o máximo de sangue que tu puderes, o cara aí tá maluco e tá bebendo muito líquido, vamos botar isso tudo pra fora” e o RIM começa a fazer até hora extra e filtra muito sangue e enche rápido.
Daí vem a primeira corrida ao banheiro.
Se você notar, o primeiro xixi é com a cor normal, pouco amarelada, porque além de água, vem as impurezas do sangue.

O RIM alivia a vida do estômago, mas … você continua bebendo e o estômago manda outra mensagem pro CÉREBRO: “Cara, ele não para, socorro” … e o CÉREBRO manda outra mensagem para o RIM: “Véio, na boa, estica a baladeira, manda ver aí na filtragem … !!!” O RIM filtra feito um louco, só que agora, o que ele expulsa não é o álcool, ele manda pra bexiga apenas ÁGUA (o líquido precioso do corpo). Por isso que as urinadas seguintes são transparentes, porque é somente água.
E quanto mais você continua bebendo, mais o organismo joga água pra fora e o teor de álcool no organismo aumenta e você fica mais “bunitim”… !!! Chega uma hora que você tá com o teor alcoólico tão alto que teu CÉREBRO “desliga” você.

Essa é a hora que você desmaia … dorme … capota … paga mico … !!! Ele faz isso porque pensa: “Meu, o cara tá a fim de se matar, tá bebendo veneno pro corpo, vou apagar esse doido pra ver se assim ele para de beber e a gente tenta expulsar esse álcool do corpo dele”… Enquanto você está lá, apagado (e sem dono), o CÉREBRO dá a seguinte ordem pro sangue: “Bicho, apaguei o cara, agora a gente tem que tirar esse veneno do corpo dele. O plano é o seguinte: passa em todos os órgãos e faz o “limpa”, tira a água deles e assim a gente consegue jogar esse veneno fora”… O SANGUE é como se fosse o “Boy” do corpo, como um bom Boy, ele obedece as ordens direitinho e por isso começa a retirar água de todos os órgãos … !!! Mas como o CÉREBRO é constituído de 75% de água, ele “dança” também, é o que mais sofre com essa “ordem” e daí vêm as terríveis dores de cabeça da ressaca … !! Então, sei que na hora a gente nem pensa nisso, mas quando forem beber, bebam de meia em meia hora uma garrafinha d’água, porque na medida que você urina, já repõe a água.

 

Sabia que … tomar água na hora correta maximiza os cuidados no corpo humano … ??? 02 copos de água depois de acordar ajuda a ativar os órgãos internos … 01 copo de água 30 minutos antes de comer ajuda na digestão … 01 copo de água antes de tomar banho ajuda a baixar a pressão sanguínea … 01 copo de água antes de ir dormir ajuda a evitar ataques do coração …

Amei esse post. Tive que compartilhar com vocês!

Instragram: rodrigoschroder


Alimentos Funcionais – Por Ísis Valéria Nutricionista De Jaguaquara

Inúmeros fatores afetam a qualidade de vida moderna, de forma que a população deve conscientizar-se da importância de alimentos contendo substancias que auxiliam a promoção da saúde, trazendo com isso uma melhora no estado nutricional. De uns tempos pra cá, cada vez mais tem se falado em alimentos funcionais. Mas você sabe o que são? Sabe para que serve esses alimentos?

O alimento funcional é definido como “aquele alimento ou ingrediente que, além das funções nutricionais básicas, quando consumido, como parte da dieta habitual, produz efeitos benéficos à saúde” (ANVISA).

Em meio a correria do dia a dia, as pessoas acabam consumindo alimentos não tão saudáveis, gerando com isso problemas sérios de saúde que poderiam ser evitados com uma alimentação nutritiva e funcional.

Os 5 alimentos abaixo, são classificados como funcionais:

Aveia: Contém fibras, minerais e vitamina B1, além de ser rica fonte de proteína se comparada a outros produtos de origem vegetal. Além do mais, é rica em betaglucana, fibra que auxilia o funcionamento intestinal, causa a sensação de saciedade e ajuda a baixar o colesterol ruim.

Linhaça: É um alimento que possui diversos benefícios para a saúde como a redução do colesterol “ruim”, tem atividade antioxidante, reduz o risco de doenças cardiovasculares, diabetes, osteoporose e sintomas da menopausa, além de desempenhar um papel significativo na proteção contra câncer de mama, de próstata, de cólon e de outros tipos de câncer.

Tomate: O licopeno é um carotenóide encontrado em grande quantidade no tomate e vem sendo associado à redução do risco de vários tipos de doenças crônico-degenerativas. Tem sido proposto que a capacidade antioxidante desse componente bioativo é à base dos fatores protetores contra alguns tipos de câncer. Essa mesma função antioxidante proporciona uma diminuição do risco de enfarte.

Soja: É rica em proteínas, fibras e antioxidantes. Além disso, possui um composto chamado isoflavona, que é uma fonte vegetal de estrogênio capaz de diminuir os sintomas da menopausa, TPM ou osteoporose.

Uva: São frutas excelentes para a saúde. Contém flavonóides, que ajudam no controle do colesterol e evita o surgimento de doenças cardiovasculares. O principal flavonóide presente nas uvas roxas é o resveratrol, um potente antioxidante que auxilia na redução da pressão arterial e dos níveis de colesterol ruim, além de aumentar os níveis de colesterol bom e prevenir a agregação plaquetária com conseqüente redução da formação de trombos nas artérias.

Ao longo dos nossos encontros irei falar mais sobre os inúmeros alimentos funcionais existentes.

O Blog contará com posts especiais feito pela nutricionista Ísis Valéria, daqui de Jaguaquara. Ela faz atendimento domiciliar. Tem desenvolvido um ótimo trabalho com pessoas na cidade. Agende já uma consulta e fique linda e saudável sempre.