Katy Cardoso

Como Combater A Celulite: Dermatologista Dá 4 Dicas De Tratamentos

Celulite é um dos problemas mais incômodos para as mulheres. Os furinhos na pele, que geralmente aparecem nas pernas, na barriga e no bumbum, surgem por razões genéticas, consumo excessivo de açúcar ou por falta de atividade física. Segundo a dermatologista Adriana Gutstein, da clínica Karla Assed, tratamentos como drenagem linfática, carboxiterapia, massagem modeladora e cremes anti-celulites ajudam a dar um chega pra lá no problema e a deixar a pele mais lisa.

Diminuir a celulite é o sonho de muita gente, principalmente quando o verão se aproxima! Mas assim como as estrias e a flacidez da pele, os temidos furinhos podem ser eliminados com diferentes tratamentos, além dos cremes anti-celulites, que agem como coadjuvantes nos tratamentos dermatológicos. “Eles têm efeito transitório e ajudam a melhorar o aspecto da pele, que é o aspecto ‘casca de laranja’. A melhor forma de tratar é combinar o creme com a drenagem ou com a massagem modeladora, e escolher um aparelho e um método invasivo”, explica a dermatologista ao Purepeople. Confira os mais conhecidos.

1 – Drenagem linfática

Segundo a dermatologista Adriana Gutstein, a drenagem linfática é um dos tratamentos mais antigos para tratar a celulite e deixar a pele rejuvenescida, porque promove a redução do edema. “Pode ser feito com as mãos e, nesse caso, ajuda associar os cremes, ou com o auxilio de aparelhos que executam a alternância de pressão negativa e positiva na pele”, explica. Em geral, qualquer pessoa pode tratar as celulites com a drenagem, desde que não tenha restrição física ou clínica.

2 – Massagem modeladora

Com movimentos fortes e vigorosos, a massagem modeladora atinge camadas mais profundas da pele, melhorando a circulação e o metabolismo da região, além de quebrar as células de gordura que estão causando os temidos furinhos na pele. “Causa uma lesão controlada na célula de gordura com o objetivo de melhorar o contorno corporal”.

3 – Carboxiterapia

A carboxiterapia é um dos tratamentos estéticos mais modernos e que garante resultados que vão além da melhora da celulite, como uma pele menos flácida e com menos estrias. “Melhora o fluxo sanguíneo, a circulação linfática e, com isso, melhora a retenção de líquidos, o tônus, a elasticidade e a flacidez, reduz os acúmulos de gordura, melhorando o ‘aspecto em casca de laranja’. Os melhores resultados são no abdome, coxas e joelhos”, explica. Na técnica, o gás carbônico é injetado com auxílio de uma máquina que regula o fluxo de gás, através de agulha fina na derme, levando a uma mudança de pH e posterior vasodilatação.

4 – Cremes são coadjuvantes no combate à celulite

Os cremes anti-celulite, por si só, não combatem os furinhos na pele, mas de acordo com a dermatologista, têm papel importante no tratamento. “Os ativos principais são cafeína, retinol, extrato de gingko biloba e uma série de extratos botânicos, pois têm função auxiliar na quebra das gorduras, na drenagem linfática, estimulam a microcirculação periférica, reduzem o edema e ajudam a estimular o colágeno, e melhoram as fibras elásticas”.

(Por Beatriz Doblas)

Repost: purepeople

Comentários