Katy Cardoso

Como Manter O Cérebro Jovem De Maneiras Divertidas?

Um estudo recente da norte-americana Mass General (Massachusetts General Hospital de Boston) descobriu que, quando se trata de saúde do cérebro, algumas pessoas são capazes de manter a sua acuidade muito melhor do que outras.

Esse grupo, conhecido como “super-agers”, é composto por indivíduos que estão em seus 60 e 70 anos, mas podem realizar testes de memória tão bem quanto as pessoas na faixa dos 20.

Um outro estudo de larga escala, realizado pela Universidade de Edimburgo na Escócia, descobriu que apenas 25% do envelhecimento cerebral é devido à questões genéticas. Isso quer dizer que os 75% restantes dependem unicamente das escolhas do nosso estilo de vida. E isto é uma excelente notícia! Significa que temos muito mais controle da nossa saúde cerebral do que supúnhamos.

Socialize

Há um mito de que fazer sudoku ou palavras-cruzadas é a melhor coisa que você pode fazer pelo seu cérebro. Mentira. Apesar de serem sim atividades vantajosas ao cérebro, a neurociência é clara que uma das melhores coisas que você pode fazer é se conectar com os outros. De acordo com um estudo de 2012 no Journal of Neurology, Neurosurgery and Psychiatry, a solidão aumenta o risco de desenvolver demência em 65%. Alguns cientistas acreditam que isso ocorra, em parte, porque o estresse psicossocial causa uma espécie de inflamação prejudicial ao cérebro.

Segundo o professor James Goodwin, cientista-chefe da associação britânica Age UK, “é quase inacreditável, mas sabemos que a solidão é pior para sua saúde do que fumar 15 cigarros por dia, ser alcoólatra ou ter obesidade mórbida”.

Longe de se sentir culpado por fazer uma pausa para tomar um café com um bom amigo ou colega de trabalho, saiba que você está realmente fortalecendo seu cérebro fazendo isso.

Dito isto, sinta-se à vontade para ir a uma festa com amigos, passar o tempo com a família ou organizar um pequeno jantar em vez de ficar sozinho. Priorize essas conexões: é fundamental para suas pequenas células cinzentas.

Pratique Atividades Físicas

Exercícios físicos são fundamentais quando se trata de manter o cérebro jovem. Este tipo de treino estimula o sistema cardiovascular, que fornece a quantidade necessária de sangue para o cérebro. Além disso, o Instituto Nacional do Envelhecimento mostrou que, quando exercitados, os músculos produzem a proteína catepsina B, que estimula o crescimento das células cerebrais.

De acordo com Ali Trelle, pesquisador do Laboratório de Memória da Universidade de Cambridge, o exercício estimula o desenvolvimento de novos neurônios, particularmente no hipocampo, que é uma área que sabemos ser crítica para a memória. Outros estudos mostram que a atividade pode diminuir o risco de comprometimento cognitivo leve em 35%, chegando a 51% em alguns casos.

O ideal recomendado são trinta minutos de exercício cardiovascular, cinco vezes por semana. Mas lembre-se de que isso nem sempre é sinônimo de frequentar academias de ginástica. Optar pelas escadas ao invés do elevador, brincar com seus filhos e voltar do trabalho a pé são algumas práticas que já ajudam e muito na manutenção da saúde cerebral. Lembre-se: toda vez que você faz isso, você está criando novas células cerebrais.

Pratique Poker

Novas pesquisas mostram que o poker é excelente para o cérebro. Dr. Jeffrey Cummings, lançou recentemente uma nova pesquisa mostrando que a prática do poker é uma ótima maneira de diminuir drasticamente suas chances de desenvolver doenças relacionadas ao cérebro, tipicamente associadas à idade avançada.

Dr. Cummings faz referência a um estudo francês de 2009 em sua pesquisa. No estudo, cinco mil idosos participaram de vários jogos e esportes que estimulam a atividade mental. O poker foi um dos esportes do estudo que provou ser dos mais eficazes quando se trata de combater problemas do gênero.

Precisa de provas? Olhe para Doyle Brunson. Ele tem 85 anos e continuou participando dos maiores campeonatos internacionais até junho de 2018, quando ficou em sexto lugar no WSOP. Doyle colecionou durante seus 50 anos de carreira dois títulos do WSOP (o campeonato mundial da categoria), dez braceletes e um lugar no Hall da Fama do esporte.”

Toque Um Instrumento Musical

De acordo com a Dra. Melissa Maguire, do Centro de Pesquisa do Cérebro de Yorkshire, tocar música ativa ambos os hemisférios do cérebro ao mesmo tempo. E conseguir que os dois lados cooperem é muito bom para você. Isso ocorre porque envolve a comunicação cruzada através do corpo caloso, o centro do revezamento no meio do cérebro.

Os cientistas acreditam que isso pode aumentar o número de sinapses, fortalecendo todo o mapa neurológico. Segundo Maguire, a música é provavelmente a única atividade que você faz que excita todo o cérebro.

Essas são apenas algumas maneiras fáceis e, sobretudo, divertidas, para manter a nossa massa cinzenta saudável, feliz e sempre jovem. Não é tão difícil, né?

Comentários