Katy Cardoso

Comprido, médio, curto, com tintura: Como cuidar dos cabelos no verão?

O verão é a estação mais esperada do ano. Apesar de ser muito querida, principalmente por vir acompanhada de uns dias na praia ou piscina, é também muito temida. A umidade, o vento e as lavagens mais frequentes acabam por fazer um “antes” e “depois” do verão nada agradável para seus cabelos.

Desbotamento, ressecamento e pontas duplas são as queixas mais frequentes. A boa notícia é que tem remédio e é possível prevenir boa parte dos males do verão. A dica número 1 dos especialistas é que tudo em excesso faz mal, dos cremes aos chapéus. Segundo eles, os lenço, viseira e boné, pode também danificar os fios se forem usados constantemente.

Os cremes em excesso também são extremamente prejudiciais para o cabelo. Tem pessoas que enchem o cabelo de creme para tentar “domar” os fios, e o que acontece é o fechamento dos poros. Ainda bem que hoje em dia, existem cremes e seladores que fecham as cutículas do fio, evitando o ressecamento e minimiza os dano.

Confira abaixo, as dicas de cuidados especial nessa estação, para cada tipo de cabelo!

Cabelo longo liso ou ondulado

Um cabelo longo como o da Ana Carolina é trabalhoso, mas exige menos cuidados do que um curto descolorido, por exemplo. Esse é o cabelo que muitas mulheres queriam ter. Grosso, liso, com característica oriental.

Os cuidados com os cabelos longos incluem hidratação constante e sérum para as pontas.

Cabelo longo enrolado

Quem tem cabelos enrolados e com volume como a Maria Fernanda Cândido também deve cuidar das pontas e evitar o excesso de creme. Esse cabelo tem mechas claras, o que os cabeleleiros chamam de flashes.

Para domar um pouco o volume, a dica é secar o cabelo com o difusor e depois usar um umidificador, um finalizador texturizador.

Cabelo longo tingido

Se você tem o cabelo comprido e colorido como a Josie Pessoa, deve saber o quanto ele desbota fácil. Na primeira semana a tintura dá brilho, pois fecha a cutícula do cabelo. Depois a tendência é que ele fique muito seco. “O conselho é que as mulheres tem que ter um selador, evitar aquele processo de ‘molha e seca’ e também não lavar com água quente”, diz expert.

Para tratá-los, basta um pouco de creme para as pontas, evitando passar na raiz.

Cabelo de médio a longo descolorido

Os melhores cabelereiros apostam no loiro como a cor da estação, que, segundo eles, é preferência de 37% das brasileiras que pintam os fios. E são várias nuances, como tons escuros, médios, claros, acinzentados, platinados e até mechas claras.

Quem descolore os fios e tem cabelos de médios a longos, como a Adriana Biroli, deve ter cuidado dobrado com as pontas “O recomendado é não deixar o shampoo escorrer e chegar nas pontas”, diz expert no assunto.

Dica: passe um óleo selador antes do banho. Os fios loiros devem estar sempre bem tratados para um aspecto natural “O cabelo da Adriana Biroli é um dos mais procurados por conta desse aspecto”, completa.

Cabelo enrolado, comprido e descolorido

A Beyoncé é a precursora desse cabelo loiro frio. Se você tem uma cabeleira bonita como a Ludmila sabe o quanto ele custa “A pele negra fica bem com esse cabelo bege, mas ele resseca muito mais, pois o grau de clareamento é muito intenso. Como o da Beyoncé, muitos são alongamento”, revela profissional.

A dica para quem tem esse estilo de cabelo é não descolorir seguidamente e não usar mais produto do que precisa. O expert explica que a hidratação e reconstrução capilar são tratamentos muito propícios, pois ajudam a manter os cabelos sedosos e brilhantes.

Cabelo enrolado curto tingido

 

Segundo o expert, as negras são as que mais investem em cabelos. Eles precisam de mais cuidado. “Se você analisar os fios enrolados ou crespos no microscópio, vai ver que eles são muito porosos e cheios de pontas, ao contrário dos cabelos orientais que são mais fechados e tem formato quadrado”, explica o cabeleireiro.

A primeira dica é usar bons produtos indicados para seu tipo de cabelo, mas o mais importante, segundo o profissional, é não retocar o cabelo em casa “Passar produto em cima de produto danifica muito o cabelo. A consequência pode ser muito ruim e os cabelos enrolados, ou crespos, demoram mais para crescer”, diz.

Cabelo liso curto descolorido

Geralmente os cabelos curtos são a escolha de mulheres práticas. Descolorir ou pintar os cabelos é uma dose de atitude a mais, que exige em contrapartida um pouco mais de tempo para manutenção e tratamento. Se seu cabelo é curto e descolorido como o da Cláudia Raia, a dica é hidratá-los bem e usar produtos de proteção para o sol e calor.

Cabelos curtos não devem ser seguidamente descoloridos. Quanto mais claro o tom, mais importante proteger os fios.



Formatura de Thays Marchi – Medicina

Sempre, aconteça o que acontecer, o médico, por estar tão próximo ao paciente, por conhecer tanto o mais profundo de sua psique, por ser a imagem daquele que se acerca da dor e a mitiga, tem uma tarefa muito importante, de muita responsabilidade.

 

IMG_8129

A linda Thays Marchi, Jaguaquarense, filha dos empresários Tina e Antonio Marchi, realizou seu grande sonho, tornando-se médica. Colou grau no curso de Medicina na cidade de Belo Horizonte e comemorou o grande momento com sua família e amigos numa linda festa.

IMG_8130

IMG_8126

Parabenizamos nossa querida Thays Marchi pela grande conquista, e desejamos boa sorte nesta nova caminhada e boas vindas a sua terra natal.





Padroeira Nossa Senhora Auxiliadora

A comissão da Festa da Padroeira de 2015, fez hoje a tarde, a entrega da moto para a ganhadora!

DSC00170

DSC00173

Centena sorteada – 940

Ganhadora – Geisa Alves dos Santos

A Comissão da Festa de 2015, agradece a população pelo apoio e colaboração, e parabeniza a ganhadora, que reside na cidade de Jaguaquara e trabalha no Supermercado Irmãos Vaz.

 

 

 



Dicas de como arrumar as malas para viajar!

Viajar é uma delícia! Mas, arrumar as malas nem sempre é uma tarefa fácil, especialmente para as mulheres, que, no geral, têm o costume de levar mais coisas do que os homens.

Afinal, quando é preciso escolher o que levar, tudo parece ser indispensável e surgem dúvidas sobre o que é prioridade, o que pode ser deixado de lado e, principalmente, sobre como acomodar toda a bagagem.

E quando tem filhos pequeninos! É realmente difícil!

A boa notícia, porém, é que, com alguns truques simples, fica mais fácil levar tudo o que você precisa, aproveitando ao máximo o espaço de sua mala de viagem.

Abaixo, a personal organizer Claudia Moura, qualificada pela OZ! Organize Sua Vida e diretora da empresa Claudia Moura Personal Organizer, dá as dicas:



Dica de Viagem 1 – Hora da escolha da mala!

Dica da personal organizer Claudia Moura

 

De acordo com Claudia Moura, as melhores opções são as retangulares, que são, também, as mais comuns. O tamanho ideal vai depender do tempo que você vai ficar fora e do tamanho da família.

images1“Famílias com filhos pequenos podem optar por uma mala grande, na qual caiba as coisas de todos. A vantagem é que você só terá um volume com que se preocupar”, diz. “Já para as famílias com filhos maiores, a melhor opção é que cada filho tenha sua mala, já que nesta fase nem sempre os filhos ficam hospedados com os pais”, acrescenta.

A personal organizer lembra ainda que existem algumas malas especiais para ternos e camisas. Estas são ideais para viagens de negócio onde é necessário levar várias roupas sociais.

Minha mala é retangular, realmente cabe muita coisa. Pra viajar, principalmente de automóvel, dessas acima, é a melhor opção.


Dica de Viagem 2 – O que levar na mala!

É verdade que a maioria das mulheres é um pouco exagerada na hora de arrumar a mala! Muitas gostariam de poder colocar uma rodinha no guarda-roupa e levar ele inteiro, não é mesmo?! Mas, como isso não é possível, é preciso ser muito racional na hora da escolha do que levar.

“O que deve ser considerado: quanto tempo você vai ficar; o clima do local; a mudança de clima e os eventos (vai sair para jantar? Dançar? Etc.)”, diz Claudia Moura.

A dica da personal organizer é pensar sempre em peças que podem ser usadas mais de uma vez e que combinam com várias coisas. “Por exemplo: uma calça jeans pode ser usada umas três vezes, então, leve-a com três camisas. Desta forma você já tem três looks montados”, diz. “Peças básicas e com cores neutras também ajudam a fazer a combinação”, acrescenta.

Quem vai para a praia, provavelmente, ficará a maior parte do tempo de roupa de banho e chinelo… Então, para que levar 4 calças, 17 shorts, 12 vestidos e 5 pares de sapato de salto alto?! Certamente isto tudo não é necessário, por mais que você se sinta tentada a levar os itens do seu guarda-roupa que você mais gosta.

“Avalie bem a possibilidade de surgir algum evento que precise dessas roupas mais chiques”, alerta Claudia Moura. Mas, caso perceba que de fato não participará de muitos eventos à noite, não exagere na montagem dos looks para levar.

Para o frio, a dica da personal organizer é levar um casaco pesado e quente, de cor neutra, como preto, marrom ou off white. Assim você pode variar apenas a roupa de baixo (camisas, blusas e calças).

“O mesmo pensamento vale para os sapatos: leve pares básicos, confortáveis, que combinem com a estação, assim você pode usá-los mais de uma vez e evita levar a sapateira inteira”, explica Claudia.

É realmente muito complicado escolher que sapato levar. Eu geralmente levo uma sacola a parte, com os meus, e de minha filha. Sempre vai uns pares a mais, não tem jeito!
Vou tentar seguir esta dica da personal organizer Claudia Moura. Achei o máximo!


Dica 3 – Como arrumar uma mala de viagem !!!

 

Chegou a hora de colocar tudo na mala: mãos à obra! Claudia Moura destaca que, independentemente se a vigem for de avião ou carro, se for uma viagem curta ou longa, as dicas são basicamente as mesmas.

“As regras principais são: roupas que amassam menos devem ir na parte de baixo da mala, como jeans, sarja, lã. E roupas que amassam mais, além de ficarem por cima, devem ser dobradas o mínimo possível, para evitar que fiquem com muitas marcas”, explica a personal organizer.

Na sequência, Claudia explica como proceder arrumando a mala:

  1. Primeiro as calças: coloque estas peças esticadas no fundo da mala com as pernas para fora. Depois de colocar tudo, dobre as pernas da calça por cima das outras roupas.
  2. Depois, coloque bermudas e shorts.
  3. Na sequência, coloque os vestidos. “Eles devem ser dobrados o mínimo possível e colocados esticados, com parte da roupa para fora da mala (assim como foi feito com as calças)”, destaca a personal organizer.
  4. Camisetas devem ser dobradas como de costume – aquela dobra tradicional – e depois enroladas. “Estas peças podem ser colocadas nos cantos e espaços vazios da mala”, diz Claudia.
  5. Roupas íntimas devem ser colocadas em sacos (que podem ser aqueles de TNT), para facilitar na hora de encontrá-las.
  6. No caso de viagens para a praia ou no verão: as cangas devem ser colocadas esticadas e, os biquínis e maiôs, em saquinhos plásticos individuais. “Eles servirão também para proteger suas roupas na volta da viagem, caso as roupas de banho ainda estejam molhadas”, lembra a personal organizer.
  7. Os sapatos podem ser colocados em sacos individuais de TNT, sacos tipo Zip (se forem sapatos de número pequeno) ou até mesmo em toucas de banho descartáveis (para proteger a sola do sapato). “Eles podem ser acondicionados em compartimento separado na mala ou, se tiverem protegidos, colocados mesmo junto às roupas, de preferência nos cantos da mala”, explica Claudia.
  8. Se for necessário levar muitos sapatos ou sapatos de neve – que são grandes e pesados – o ideal é uma mala separada, para não amarrotar as roupas.
  9. Os produtos de higiene pessoal, cosméticos, remédios e maquiagem devem ser colocados em uma frasqueira. “Mas, se não quiser ou não tiver uma frasqueira, a dica é acondicionar estes produtos em saquinhos separados por tipos (higiene/cosméticos/ remédios/ maquiagem) e distribuir nos espaços vazios. Produtos líquidos que podem vazar na mala devem ser colocados em sacos plásticos. Aqueles tipo ZIP são ótimos”, destaca Claudia Moura.
  10. Deixe o pijama e as roupas íntimas fáceis de pegar, assim você não precisa desfazer a mala toda depois de uma viagem longa. “Você pode deixar para fazer isto depois de descansar”, diz a personal organizer.
  11. Se possível, leve alguns (poucos) cabides de lavanderia. “As peças que amassaram um pouco você pode colocar neste cabide e deixar no banheiro. Assim, o vapor do chuveiro ajuda a desamassar”, explica Claudia.
  12. Por fim, não se esqueça de levar, no fundo da mala, um saco grande para trazer as roupas sujas separadas das roupas limpas.

Adorei! Nunca fui boa nisso!

Sempre levo roupas e acessórios que voltam sem uso.

Dica valiosa!



15 dicas para emagrecer depois do Natal

Agora vem o Desespero!!!

desesperadaCalma!!! Tem jeito!!!

Os excessos da época de Natal – festas atrás de festas, guloseimas atrás de guloseimas – deixam muitas pessoas a acabar o ano com alguns quilos a mais e uma grande vontade de voltar ao seu peso habitual. Agora que já desfrutou de tudo o que era bom e irresistível, está na hora de se dedicar à boa forma e começar o ano novo com um corpo novo.

  1. Um plano realista:é muito fácil desistir de uma dieta – quem nunca o fez que ponha o dedo no ar! – e isso acontece por dois motivos. Primeiro, porque estabelecemos metas pouco realistas e, segundo, porque queremos ver resultados já. Quando esses não aparecem, a motivação desvanece e a dieta é abandonada. Por isso mesmo, e para contrariar essa tendência, tenha um plano realista: saiba, por exemplo, que é realista perder entre meio quilo e um quilo por semana e que ao concentrar-se em atingir primeiro 10% do peso que quer perder, terá mais probabilidades de ser bem-sucedido. Para além disso, os especialistas recomendam que depois de perder os primeiros 5 quilos, deve tentar manter esse peso durante 6 meses antes de tentar eliminar mais quilos.
  2. Livre-se da tentação:se o frigorífico e a despensa continuam cheios de doces tentações do Natal, congele, ofereça a amigos ou leve para o escritório tudo o que puder. Longe da vista, longe da barriga!
  3. Mais movimentos:para perder o peso que ganhou durante a época de Natal, vai precisar de intensificar as sessões de exercício físico, ou seja, se habitualmente faz jogging duas vezes por semana, passe a ir três vezes; se vai para o ginásio uma vez por semana, passe a ir duas. De certa forma, os excessos combatem-se com excessos!
  4. Dieta da água:não, não vai passar os dias exclusivamente a beber água mas, se quer emagrecer depois do Natal, é importante eliminar todas as bebidas calóricas da sua dieta – o álcool, refrigerantes, sumos artificiais, bebidas energéticas – e ingerir exclusivamente água e chá. As muitas calorias escondidas nessas bebidas só vão atrasar a chegada à meta…
  5. A regra dos 10 minutos:só porque a época de Natal já passou, isso não quer dizer que os desejos por algo doce ou salgado tenham ido atrás. Diz-se que o desejo de comer qualquer coisa normalmente passa 10 minutos depois, o que significa que apenas terá de se entreter durante esse tempo para conseguir resistir a essa tentação. Porque não riscar algo da sua lista de afazeres?
  6. Quando em dúvida, coma fruta:a fruta é um dos snacks mais saudáveis e saciantes que pode comer, para além de existir uma enorme variedade da mesma! A verdade é que a fruta também é uma boa forma de combater a tentação por doces, uma vez que possui açúcares que deliciem, sem engordarem.  
  7. Comer mais para perder mais:nunca é demais relembrar esta tática infalível! Uma das melhores formas de perder peso e manter o seu peso ideal, passa por aumentar o número de refeições diárias que faz, ou seja, em vez das 3 principais, opte por fazer 5 ou 6 refeições mais pequenas ao longo do dia. As vantagens deste truque? Apetite saciado, níveis de energia elevados, metabolismo acelerado… perda de peso garantido.
  8. Lembrete alimentar:uma boa forma de se manter fiel à dieta pós-Natal pode ser tão simples como colocar post-its no frigorífico ou na despensa com mensagens como “estas calorias valem as consequências?” ou “vai conseguir fechar o botão das calças depois de comer isso?” ou “e aquele vestido que queres voltar a usar?”. A auto motivação é fundamental para quem quer perder peso com sucesso!
  9. Pequeno-almoço potente:não é por acaso que se diz que o pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia! Se pensa que saltar o pequeno-almoço vai ajudá-lo a perder peso, está enganado: a verdade é que começar o dia com um bom pequeno-almoço acelera o metabolismo e dá energia, o que não acontece se apenas almoçar. Ao fazer isso, e como o metabolismo está muito lento, o seu corpo demorará mais tempo a gastar as calorias ingeridas, acabando por transformá-las em gordura.
  10. Hidratos de carbono brancos, não!Para perder peso depois do Natal, limite a sua ingestão de alimentos ricos em hidratos de carbono brancos, nomeadamente pão, arroz, massa, batatas, cereais e todo o tipo de panados – especialmente ao jantar!
  11. Fibras e proteínas, sim!Para efetivamente emagrecer, é importante que a sua dieta seja rica em fibras (pão, arroz, massa e cereais integrais, fruta fresca e seca, legumes, feijão, lentilhas, sementes e nozes) porque são saudáveis e altamente saciantes; e em proteínas (carne e peixe branco, clara de ovo, laticínios magros e marisco) porque ajuda a desenvolver e manter a massa muscular e não deixa ninguém com a sensação de fome.
  12. Dieta com pausa:não é fácil manter uma dieta e a verdade é que se nos privarmos de tudo, o mais certo é desistirmos rapidamente do plano de emagrecimento. Por isso mesmo, siga esta regra – em cada 21 refeições, pode comer aquilo que quiser em 2 refeições. Esta pausa tem um duplo benefício: não vai afetar o objetivo em termos de perda de peso e não se sentirá privado daquilo que gosta e de que sente falta.
  13. Mais atenção aos legumes:quem quer perder peso necessita de começar a prestar mais atenção aos legumes, ou seja, ingerir mais legumes em detrimento de hidratos de carbono. A dieta pós-Natal é a melhor altura para começar a fazê-lo, por isso, substitua o arroz, as batatas ou ambas por legumes assados, grelhados, cozidos, salteados ou ao vapor.
  14. Dieta detox:uma boa dieta detox pós-Natal pode ser uma excelente aliada para quem quer eliminar calorias, recuperar a sua linha e num curto espaço de tempo, para que possa começar o ano novo em forma.
  15. Concentre-se naquilo que está a ganhar e não no que está a perder:

    pode parecer um contrassenso mas, se em vez de ficar obcecada com o número de calorias que está a queimar ou os quilos que já perdeu, focalizar-se no que está a ganhar – um estilo de vida mais saudável, mais energia, autoconfiança, um novo guarda-roupa, qualidade de vida – não estará só a auto motivar-se, como estará muito provavelmente a mudar os seus hábitos alimentares e de exercício físico para sempre.



Dica de Biquíni!

Biquíni que empina o bumbum vira hit entre as famosas neste verão!

Modelo franzido ou com babados ajuda a aumentar e levantar a região

Biquíni que empina o bumbum vira hit entre as famosas neste verão

Que mulher nunca quis dar aquela empinadinha básica no bumbum? Agora não é apenas a academia que pode te ajudar a conseguir esse efeito: os biquínis com franzidos e babados na parte de trás não só cumprem a tarefa, como também já viraram uma das tendências mais quentes do verão.

Se liga moçada!!!