Katy Cardoso

Para as mamães de primeira viagem

44

Até pelo menos os seis meses de idade, o leite da mãe é o principal sustento do bebê. Durante esse mesmo período, mais especificamente entre a segunda semana de vida e os três meses, é o momento em que a criança mais sofre com as cólicas. Por isso, é essencial que o alimento do pequeno seja o mais saudável possível, e isso passa pela boca da mamãe.

Comer bem é essencial para não ouvir os choros estridentes e nem mesmo sofrer para acalmar o bebê. Uma alimentação saudável da mãe é recomendada, pois evita que o bebê tenha gases.

44444
Frutas e saladas são sempre indicadas e é possível comê-las sem medo de gerar problemas no organismo do pequeno. Já as comidas muito condimentadas, frituras, café, chocolates e refrigerantes devem ser exterminados da dieta.

O choro do bebê com cólica é diferente de quando ele sente fome, por exemplo. Ele não se acalma facilmente e é um choro mais agudo e irritado. Além disso, ele costuma ficar com rosto bem vermelhinho ao mesmo tempo em que puxa e contrai as pernas.

A cólica do recém-nascido é decorrente de uma imaturidade do intestino, mas sem uma fisiopatologia específica. Com isso, não existe uma medicação específica para que ela não volte mais. Contudo, é possível consultar o médico da criança para caso o pequeno precise de algum medicamento para aliviar as dores.

A gente fica insegura e as vezes desesperada, quando o bebê chora com cólicas. Por isso prestar bem atenção na alimentação.

Comentários